Eduardo Cunha

charge_11092016
11.09.2016

República dos Hipócritas

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de ter mentido ao afirmar que não possuía contas no exterior em depoimento na CPI da Petrobras é cassado, perde o mandato e fica inelegível até 2027

Envolvido em uma série de escândalos de corrupção, foi peça fundamental para o processo de degola de Dilma Roussef. 

Cunha, como presidente da Câmara dos Deputados, manobrou como pode para protelar o processo de sua cassação. Sua tropa de choque, em destaque o deputado Carlos Marun (PMDB-MS),  fez de tudo para barrar o processo.

Em 5 de maio de 2016, o plenário do STF unanimemente manteve a decisão do ministro Teori Zavascki que determinou o afastamento de Cunha de seu mandato de deputado federal e consequentemente do cargo de Presidente da Câmara dos Deputados

Enfim, o processo andou e na madrugada  de 13 de setembro Eduardo Cunha é cassado.

450 votos em plenário pela cassação, 10 votos contra e 9 abstenções. 

Clique e veja a galeria de charges

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s