#ForçaChape

charge2_chapeweb

O Céu foi o limitechapeweb2

A maior tragédia da história do futebol mundial, interrompeu vidas e acabou com um sonho. 

Na queda de um avião, o time catarinense, que uniu os brasileiros numa só torcida para a primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana, foi dizimado.

A aeronave levava 77 pessoas, sendo 68 passageiros e nove tripulantes. No acidente, morreram 71. Seis foram resgatados com vida: os jogadores Alan Ruschel, Jackson Follmann e Neto, o jornalista Rafael Henzel, a comissária de voo Ximena Suarez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri.

A aeronave saiu de madrugada de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e caiu a cinco minutos do pouso em Medelin, na Colômbia, onde a equipe enfrentaria o Atlético Nacional.

Entre os passageiros, havia também 21 profissionais de imprensa, encarregados de retratar a saga maior dos 43 anos de vida da Chapecoense. Que triste.

charge_chapeweb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s